quarta-feira, 12 de junho de 2013

Declaram-se abertas as hostilidades!

Já criei e matei um valente conjunto de blogues.
Já abri e fechei este blog um par de vezes!
Já fiquei mil vezes sem assunto de escrita!
Já tive e mantive outros interesses!
Já estiquei mais e menos o meu tempo!
Já senti muitas saudades do meu pequeno público e não consegui matá-las!
 
De vez em quando passo por aqui, releio um ou outro texto e sorrio com alguns. (Lembram-se do Padre Confessor e da Madre?) Depois, saudosamente, revejo os comentários e recordo-me de todos vocês: da Teresa, a gentil e omnipresente Teresa, a Teresa que telefona, a Teresa que sempre se lembra de mim, de nós; do Carapelho, bicho escamoso sem emenda, sempre com a língua afiada e apimentada; da AVOGI e a camadona de pulgas divertidas que traz com ela; da Red, a minha amiga vermelha paixão que detesta o facebook, mas está lá sempre; do Vício, o corroente vício; da Cantinho, sempre tão zen; do JJC do Muito Mar, o único mareante com pavor de morrer que conheço; da LivroBranco, sempre tão assertiva e com uma escrita tão bonita, mas tão insegura; da.....; do ..... 

Enfim, tenho saudades de vós e, portanto, declaro abertas as hostilidades! Vamos lá ver se isto vive!


 
PS. Apreciem a foto. Consegui, pela primeira vez, fazer esse efeito na água, coisa que almejava, ui, ui, há uns tempitos.

2 comentários:

Carapau disse...

Cá estou a responder à convocatória, inesperada, devo confessar.
Espero que deta vez a "coisa" se aguente pelo menos durante uns três posts... :)) seguidos é claro.
Vou ficar atento.
Quanto à foto, eu creio que o efeito foi obtido por teres "almijado" tanto.
Bjo.

maria teresa disse...

Senti a "chamada" porque tens um lugar marcado no meu coração (os teus filhos também), e aqui estou...
Ando bastante afastada dos blogues por motivos vários, tu melhor do que ninguém, consegues certamente compreender, alguns são irmãos gémeos dos teus mas também vão para além disso.
A fotografia está lindíssima,tens este dom, que só alguns possuem, de conseguires "ver" através de uma lente, aquilo que muitos não conseguem ver! Parabéns!
Abracinho (daqueles em que nos abanamos) carregado de saudades