quinta-feira, 1 de julho de 2010

Adeus


Enquanto esperava por Baltasar, Blimunda mantinha um blogue. Um blogue feito de pedacinhos. Pedacinhos de humor, pedacinhos de dúvida, pedacinhos de amizade, pedacinhos de tempo, pedacinhos de vida.

No blogue da Blimunda intuíram-se caracteres, revelaram-se temperamentos, desconhecidos tornaram-se amigos e estabeleceram-se cumplicidades.

Um dia, Blimunda cansou-se da espera e do blogue. Levando nos olhos a verdade e a essência das coisas, entrou na passarola e percorreu os céus, procurando Baltasar.

9 comentários:

AVOGI disse...

Que nao te passe pela cabeça nos deixar!!! Não permito. Livra-te. Descansa, toma um café Nicola um licor beirão, come uns caracóis, mas não nos deixes.please!

Calendas disse...

Tens cá um feeling, ó moça. Quando escrevi isto era mesmo para ser uma despedida. Depois cortei a parte final, onde me despedia de vocês e prometia visitar os vossos blogues, pq pensei que o melhor era mesmo esperar um tempo, descansar e esperar que a inspiração, se alguma vez a tive, regressasse. Topaste-a toda!

maria teresa disse...

Calendas, tens cá uma "lata"! Descansa mulher! Os finais dos anos lectivos são tremendos...deixam os professores de "gatas". Estás a atravessar uma fase que vai passar...(esta é a minha fase de mãezinha a escrever)
Ninguém te pressiona para escreveres, logo vais continuar a fazê-lo ao teu ritmo, pessoalmente não te peço mais, mas "exijo" que não "feches" o blogue.
Toma lá um "chocho" e "arrebita-me" esses neurónios!

Calendas disse...

Dá cá o chocho!

Vício disse...

espero que a passarola leve a blimunda até ao baltasar!
boa viagem! ;)

Poetic GIRL disse...

Que susto pensei que era mesmo uma despedida! uma pausa pode ser... beijoca

Carapau disse...

O gajo da passarola, o tal Bartolomeu de Gusmão se a memória não me estiver a pregar uma partida, talvez te dê uma boleia.
Aproveita, apanha ar, despenteia o cabelo e vais ver que isso passa...rola.
Depois, de vez em quando, senta-te no sofá verde e vais ver que é fácil pôr aqui "qualquer coisinha".
Cá por mim vou de frosques uma temporada, mas de vez em quando vou bicando aqui, ali e acolá.
Boas férias!

Pessoinha disse...

Parece que entrei aqui numa fase meia tremida, não? Espero que não fujas da blogoesfera de passarola agora que vim conhecer o teu blog... :)
Fases de "desinspiração", como eu lhe chamo, calha a todos. Até a mim que sou uma tagarela e com uma imaginação fértil tenho tido umas fases de desisnpiração aguda que tem sido um disparate.
Calma que a inspiração vem e entretanto sempre podemos ir relatando coisas que só nós interessam a nós!
Ah, e o que eu adorei conhecer o Baltasar e a Blimunda, os originais, os tais do mestre Zé!

Beijokas!

cntinhodacasa disse...

Querida Calenda. O meu blog não tem nada a ver com a riqueza deste e, mesmo que escreva banalidades, por vezes até desanimada, escrevo.
Sinal de que estou viva.
Descanse. Estamos todos na recta final.
Mas, quando comecei a ler esta história, imaginei uma história de amos...na net.


Beijinho