sábado, 22 de maio de 2010

«Deus quer, o homem sonha, a obra nasce»

Há três espécies de gente: os que apenas sonham, os que concretizam o que sonham e os Velhos do Restelo. Admiro os que, para além de sonhar, materializam os seus propósitos, por mais megalómanos que sejam.

Neste momento, tenho um amigo a percorrer África, de bicicleta. O seu sonho é fazer os cerca de 6000 km que distam entre Luanda – Maputo. Como companhia leva apenas a sua dose de loucura, um ipod, uma máquina fotográfica, 25 kg de artigos de primeira necessidade e, claro, a bicicleta.

Num excelente blogue, que vai actualizando à medida que lhe é possível, relata, na primeira pessoa, as suas peripécias. Além de uma África real, bem documentada por fotos e palavras, podemos ver, acima de tudo, o espírito de um empreendedor. Estivéssemos nós no tempo dos Descobrimentos e ele seria, seguramente, o capitão da primeira caravela!
Deixo o link do blogue em questão (Luanda-Maputo by bicycle). Devido à sequência cronológica, os primeiros textos a ler deverão ser os mais antigos.


3 comentários:

AVOGI disse...

admiro ao pessoas que viajam sozinhas tipo eremitas sem o "cacarejar" de alguém ao lado. admiro a coragem de estar só sem preocupações uma vez que ela ficaram no ponto de partida, admiro as pessoas que como ele lutam por um sonho e, eu luto tb por sonhos , mas os meus são mais práticos e nunca são vividos a só. e por fim admiro esse home que se meteu ao caminho num pais desconhecido ( para mim, se calhar para ele não é)com o mínimo indispensável. kis e bom fim de semana

Calendas disse...

O Pedro nunca tinha posto um pé em Angola. Conhece o Malawi bem e pouco de Moçambique. Grande parte da viagem é por caminhos que nunca percorreu.

cantinhodacasa disse...

Posso estar errada, mas penso que foi há algum tempo que vi num dos jornais da noite , de um canal, uma referência a este senhor.

Vou espreitar o blog.

Beijinho